segunda-feira, 19 de junho de 2006

Ô, Bussunda: não teve a menor graça...

Menos engraçado ainda foi aquele jogo de ontem! Ronaldo e Roberto Carlos escorregando e tropeçando nas próprias pernas e sem domínio de bola, Dida saindo nas horas mais erradas... E Ronaldinho Gaúcho na defesa?!?! Algo tem que ser feito urgentemente! Haja coração... Vai passar?...

E hoje é aniversário de um dos maiores gênios da Música: Francisco Buarque de Hollanda (62 anos). Tombemos esse dia como feriado nacional! Louvemos ao mestre maior Chico Buarque! Façamos uma prece por ele que, tanto como Tom, Villa-Lobos, Noel e outros nomes tão grandes como o seu, perpetuou nossas mentes com genialidades e brindou a MPB (no tempo que esta sigla tinha algum valor, fazia algum sentido!) com um rótulo de qualidade e de beleza 'ad eternum' - e que seja ele eterno, vire pedra (mas pedar de cantaria), e dele emanem canções perfeitas, onde letra e música se casam como casamento nenhum jamais funcionou! E que se case com todas as mulheres por quem se apaixonou, vez que se apropriou de suas almas para sempre em suas retinas esverdeadas... Ao mestre, com carinho, por Construção, Cotidiano, Pedro Pedreiro, Januária, A Rita, Cara a Cara, Samba e Amor, As Vitrines... E pelo seu futebol, em letra, música e chuteiras canhoteiras, o obrigado de uma nação que inspira Futebol e expira Chico, professor maior, craque driblador em tantas artes!

Iniciando a SEMANA ESPECIAL CHICO BUARQUE, e aproveitando a série ROTATÓRIA ESPECIAL FUTEBOL deste mês de junho, publico hoje, de autoria de Chico, O Futebol, tal como nas próprias palavras do mestre: "há certos momentos de genialidade no futebol, daquela capacidade de improviso, alguns relances que acontecem no futebol, que artista nenhum consegue produzir"... Que a Seleção te ouça, meu caro amigo!



O futebol
Chico Buarque/1989
Para Mané, Didi, Pagão, Pelé e Canhoteiro

Para estufar esse filó
Como eu sonhei

Se eu fosse o Rei
Para tirar efeito igual
Ao jogador
Qual
Compositor
Para aplicar uma firula exata
Que pintor
Para emplacar em que pinacoteca, nega
Pintura mais fundamental
Que um chute a gol
Com precisão
De flecha e folha seca

Parafusar algum joão
Na lateral
Não
Quando é fatal
Para avisar a finta enfim
Quando não é
Sim
No contrapé
Para avançar na vaga geometria
O corredor
Na paralela do impossível, minha nega
No sentimento diagonal
Do homem-gol
Rasgando o chão
E costurando a linha

Parábola do homem comum
Roçando o céu
Um
Senhor chapéu
Para delírio das gerais
No coliseu
Mas
Que rei sou eu
Para anular a natural catimba
Do cantor
Paralisando esta canção capenga, nega
Para captar o visual
De um chute a gol
E a emoção
Da idéia quando ginga

(Para Mané para Didi para Mané Mané para Didi para Mané para Didi para
Pagão para Pelé e Canhoteiro)

1989 © - Marola Edições Musicais Ltda.
 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran