segunda-feira, 5 de dezembro de 2005

E o nome vencedor foi... Ana Carolina! Isso graças à persuasão do meu irmão junto ao "eleitorado" de sua repartição, que escolheu o nome preferido do próprio pai... "Giovana" e "Rebeca" ficaram empatados em segundo, com 11 votos cada... Parabéns à Ana Carolina, que virá em breve...

E, falando em nascimentos, nesta segunda se comemoram três aniversários especiais: primeiro o do texano multimilionário, conquistador e descobridor de grandes estrelas (como a bela e então estreante Jane Russel, no seu ridículo filme O Proscrito), mega-industrial da aviação, diretor e produtor cinematográfico sem muito talento e maníaco-depressivo e esquizofrênico-paranóico Howard Hughes (Howard Robard Hughes Jr., retratado meio que como um "herói americano não-compreendido" no irregular filme do mestre Martin Scorcese do ano passado, The Aviator, interpretado pelo também irregular Leonardo di Caprio, tendo sido também retratado em outras produções, interpretado por atores como Jason Robards e Victor Holchak), capaz de pérolas como sempre comer um bife com 12 ervilhas (desde que sofreu um grave acidente aéreo), e de trancar-se por anos a fio dentro de uma sala de projeção; o segundo, bem mais talentoso no Cinema, porém não menos tirânico (capaz da frase "não recebo conselhos de atores; eles estão aqui para atuar!"), Otto Preminger, famoso diretor teatral e cinematográfico, nascido austríaco, porém radicalizado nos EUA, onde dirigiu clássicos absolutos como Laura e Anatomia de um crime - ambos, se estivessem vistos, fariam 100 anos.

Mas hoje é o terceiro aniversário que está sob os holofotes deste humilde espaço virtual: o amigo de infância José Henrique Spencer Leão, o "ás da informática" e cineasta (já tendo realizado a edição, o roteiro e a edição de vários trabalhos em sua amada Recife natal), completa 29 anos! Amigo dos tempos de escola, quando de sua vinda com toda a família de Recife, Pernambuco, para São Luís do Maranhão, em nossa quarta série do Primeiro Grau, nossa amizade estabeleceu-se mesmo na sexta série, quando da sua mudança para a minha sala. O curioso é que, quando da sua partida de volta para Recife, em 1991, perdemos completamente o contato (culpa exclusiva dele!) e só no ano passado, graças a este blog, podemos enfim localizar-nos e colocar o papo de 14 anos em dia! A ele, os meus mais sinceros parabéns, desejoso de ver realizados todos os seus sonhos (que, em parte, também são meus, já que sempre idealizamos, um dia, viver do trabalho no Cinema)! E a ele, nesta semana, uma pequena homenagem sobre o amigo distante, onde, na sexta, publicarei um pouco mais sobre este cabra porreta! Hoje, um poema que fiz e que traça um pouquinho desta história...



Poema da Infância Perdida
ou
Soneto Henriquiano


Querido amigo pragmático,
Tu que não gostas da poesia,
O siso e o tempo um pouco adia
E me ergue algo automático:

Busca pela infância perdida
Entre as nossas musas e asneiras,
Segue perdido pela feira
E traz nossos robôs de volta à vida!

Não perde a fé, cético amigo,
E ouve bem atento o que eu digo:
Esse tempo não se perdeu

- Entre os nossos planos e efeitos
Remonta tudo, enche o peito
E grita: "esse filme é meu"!

(Dilberto Lima Rosa)
 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran