domingo, 2 de abril de 2006



Abril: mês de aniversário nos Morcegos! Isso mesmo, meus queridos blogueiros de plantão, parece que foi ontem, mas já há quase dois anos completos (26/04/04) invado esta terra de ninguém e nela conheci pessoas encantadoras, inteligentes, amigas e as chamei de parentes; recebi visitas de outras tantas que, hora ou outra, dão as caras e trocam ótimas experiências em comentários sempre bem-vindos; graças a este dileto espaço, ganhei e perdi, escrevi muito, inspirei-me a reorganizar minha obra e a voltar aos projetos dos meus livros... Tantas as emoções, que as dividirei com todos vocês ao longo deste mês, repleto de novidades que, aos poucos, serão reveladas! Até lá, não deixem de conferir o novo Comentário do Mês (não teve jeito: deu Sérgio Ronnie na cabeça de novo, com sua acidez política! Continuem criativos!), desfrutem da nova música (a obra-prima de Ernesto Nazareth, Odeon, arranjado e executado pelo mestre Altamiro Carrilho, na flauta) e a seção Retrospectiva, que, todo domingo, recordará um 'post' que, por uma razão ou outra, marcou a história dos Morcegos - hoje lembro a morte do Papa João Paulo II, que se foi há exato um ano...

RETROSPECTIVA
ATUALIDADES



Apesar de nunca ter gostado do grupo Engenheiros do Havaí, na canção O Papa é Pop, Humberto Gessinger, inteligentemente, definiu um conceito de antropofagia no mundo pop ao lembrar a figura de Vossa Santidade ("O Papa é pop/ O Papa é pop /O pop não poupa ninguém/ O papa levou um tiro a queima roupa/ O pop não poupa ninguém..."). Porém, mais do que um ícone popular através de sua simplicidade (foi ele o primeiro Papa estrangeiro e de origem humilde) e de sua mentalidade conciliadora (capaz de visitar quase o mundo inteiro, em peregrinações nunca antes realizadas por um líder religioso), Karol Josef Wojtyla, ou João Paulo II, foi, sem dúvida, um dos homens mais importantes do século XX - sem contar os anos vividos no século XXI... Incansável nas lutas contra as desigualdades e as intolerâncias, não só sociais como também as políticas e religiosas, o Papa, falecido no último sábado, dia 2, conseguiu ser um homem maior que a própria Igreja que representava, tamanha a dimensão e o respeito de sua figura, mesmo diante de muitos não católicos.

Confesso que, mesmo não sendo católico (meu 'religare' é cristão, ainda que sem nenhuma "filiação religioso-partidária"), emocionei-me quando, ao chegar à casa de minha noiva, esta me anunciou que "o Papinha morreu" - acho que assim todos o sentiam, carinhosamente, diante de sua saúde frágil e de seu corpo idoso e debilitado, porém incansável... E a minha emoção ocorrera em duas vertentes: a primeira e óbvia, concernente ao reconhecimento do notório homem que foi João Paulo II; a segunda, mais pessoal, remontava ao meu avô, morto no ano passado com quase a mesma idade que o Papa, e depois de muito sofrer em longas, penosas e seguidas internações em hospitais, semelhantemente ao pontífice - os dois, fisicamente, até guardavam traços físicos bem parecidos...

Infelizmente, meu avô não pôde despedir-se de mim; o Papa, pelo menos, pôde comunicar-se, ainda que em silêncio de agonia, por uma última vez com seu amado povo de irmãos, católicos ou não, tal como se deu no último dia 27 de março, na Praça São Pedro: sem poder articular uma palavra sequer, João Paulo, depois de completar sua missão até o fim de seus dias, despediu-se com um aceno, em meio às fortes dores, seguido do lento fechar das cortinas do terraço da Basílica de São Pedro... A bênção, João de Deus!

(Dilberto Lima Rosa, www.dilbertolrosa.weblogger.weblogger.com.br - 'post' do dia 02/04/2005)

Amigos & Leitores

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran