terça-feira, 11 de abril de 2006



Aproveitando o quase feriadão, finalmente assisti a dois filmes que há tempos tentava: no cinema, já nas suas últimas exibições, de Woody Allen, Match Point - Ponto Final (mais um título esdrúxulo da série "título seguido da sua tradução", como Sin City - A Cidade do Pecado, que, desta vez, parece ter-se dado em função de outra produção já registrada com o mesmo nome), e, em vídeo, Old Boy, o interessante filme coreano do renomado diretor Chan-wook Park.

Ponto Final (2005) é Crime e Castigo, de Dostoyévski (citado, inclusive, no filme, através de livros de sua obra, lidos pelo protagonista), com algumas modificações. Melhor dizendo: é Crimes e Pecados (outro filme de Allen, por sua vez, adaptação livre do romance do mestre russo), só que mais seco e estilizado! Desta vez, Nova Iorque é substituída por uma Londres cinzenta e melancólica, porém linda, iluminada apenas pela norte-americana dourada e cheia de vida (Scarlett Johansson, muito bem e sensual) ? é ela que faz com que o outrora pacato e sem maiores ambições professor de tênis (vivido por um oscilante Jonathan Rhys-Meyers, atual tipo de apostas arriscadas do diretor em cima de novos talentos) saia dos eixos e passe a questionar seu frio casamento com uma rica herdeira inglesa. O filme é um Allen mais sério e duro, com forte crítica social; com edição, fotografia e roteiro (do próprio diretor) esmeradíssimos e injustamente ignorados pela Academia; e com uma interessante troca do costumeiro 'jazz' por árias de ópera, o que ajuda a construir a densidade da trama... Entretanto, não consegue sair ileso: há uma relativa demora para que a trama saia do drama para o suspense, e a grande mudança da personagem de Scarlett enfraquece o meio final. Mas nada que comprometa este belo trabalho maduro de um diretor que vem conseguindo, finalmente, um grande e merecido sucesso mundial de bilheteria!

Old Boy (2003) é trabalho que segue uma linha mais extravagante... É comercial (nada hollywoodiano), violento (nada explícito, porém), mas inteligente! Trata-se de mais um filme acima da média (baseado num mangá de sucesso)do diretor Chan-wook Park, com um cinema mais ou menos popularizado por Tarantino nos últimos anos (não por acaso, ardoroso fã do diretor coreano e que teria chorado em sua exibição em Cannes, de onde o filme saiu com o Grande Prêmio do Júri), graças a trabalhos ecléticos como Pulp Fiction: Oh Dae-su (vivido pelo ótimo Min-Sik Choi) é um encrenqueiro que vive se metendo em confusões, até ser misteriosamente preso num quarto de hotel, com banheiro e televisão, por quinze anos... Quem o prendeu lá? O que há de verdade na sua vida? Quem poderá ajudá-lo a descobrir a verdade? Serão essas e outras perguntas que acompanharemos juntamente com este estranho personagem desde a sua estranha saída do cativeiro até o final levemente "redentor"... Segundo filme de uma "trilogia da vingança" (cuja primeira parte se deu em Sympathy For Mr. Vengeance, e que, de acordo com boatos recentes, já teria um 'remake' confirmado em Hollywood, com Russel Crowe no papel principal), o filme passa longe dos atuais balés estilizados e modorrentos do cinema oriental: é mais cru, cinema de rua, com soluções mirabolantes e um tanto quanto bizarras e/ou forçadas (como a rápida adaptação do personagem à vida real), que, apesar das inclinações para o incesto e para o 'gore' (como corte de língua e polvo vivos sendo ingeridos...), vale a pena conferir, mesmo para aqueles não iniciados no "gênero" - que, por neste caso, é extremamente difícil de definir...



A Bela e a Fera...

Amigos & Leitores

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran