segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Os 'Chicanos' e O Príncipe Negro


Lembrando a dica do velho Jens de guerra (e aí, meu irmão, cadê você?), finalmente assisti, neste domingo, a Machete, adorável 'trash movie' com veia política latina (impagável o senador racista, porém sincero, vivido por Robert deNiro), de 2010, do diretor Robert Rodriguez (aquele que mexeu com Hollywood quando se tornou uma lenda do Cinema independente com seu primeiro longa, El Mariachi, em 92). Muito legal ter visto entre as cabeças rolando e o sangue esparramado à exaustão, com vísceras servindo de rapel para o horroroso "galã" Danny Trejo detonar todos os vilões, uma inteligente discussão sobre as leis de imigração nos EUA - o humor escatológico a serviço da boa discussão política!

Só aproveitando um pouquinho os "recessos" de fim de ano, finalmente colocando em dia os inúmeros 'downloads' de grandes filmes da safra 2009/2010 que acabei perdendo nos cinemas - tantos que o PC já anda pedindo arrego para um HD externo, quase sem memória... Mas todos esses títulos são assunto para outra postagem: sim, porque ontem, logo em seguida à sessão caseira de Machete, emendei a exibição, já pela metade, da festa do Golden Globe Awards, o Globo de Ouro, a famosa "prévia do Oscar" em termo de premiações (o que, neste ano, parece difícil, com o equilíbrio de premiações para os vencedores O Artista e Os Descendentes). Mais do que isso: um bom prêmio hollywoodiano, da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, entidade ligada a antigas discussões sobre igualdade de raça e com atividades de caridade, que premia os melhores do Cinema e da televisão - e que quase não vi em razão de o tresloucado filme do Rodriguez ter me prendido a atenção!

Mas, mesmo tendo perdido boa parte da festa (mais ou menos como antes era o Oscar, as premiações acontecem em meio a um jantar), acho que a premiação cumpriu o prometido com relativa justiça, com destaque na cerimônia para os discursos soltos dos vencedores Meryl Streep (por seu papel de Margaret Thatcher, em A Dama de Ferro) - com direito a palavrão e a perda de óculos, passados de mão em mão na plateia! - e George Clooney (o "bonitão engajado" venceu como ator em Descendentes, mas perdeu como diretor para o mestre Scorcese, por A Invenção de Hugo Cabret); para a justa premiação de Woody Allen (ausente, pra variar...) pelo ótimo roteiro de Meia-Noite em Paris; e para as láureas às séries televisivas Homeland, Modern Family e Episodes (com Matt LeBlanc, o eterno Joey de Friends, levando como melhor ator).

E, apesar do sem-graça Rick Gervais como mestre de cerimônias, a noite ainda rendeu momentos bem interessantes: além de uma justa e tocante homenagem "de negro pra negro", com o mestre Sidney Poitier entregando, merecidamente, o prêmio Cecil B. deMille a Morgan Freeman - a quem chamou, muito pomposamente, de "um príncipe em sua profissão", ainda houve divertidos deboches em torno dos latinos presentes, com Antonio Banderas, Salma Hayeck e a bela Sofia Vergara, da sempre boa série cômica Modern Family, todos falando em bom Espanhol.

Os Descendentes, Tudo pelo Poder, Sete Dias com Marilyn, O Artista... Tantos novos e bons filmes para ver... E a maioria ainda nem estreou no Brasil. Enfim, gostei da minha noite de domingo: grandes atores negros celebrando a boa arte da interpretação e 'chicanos' debochando por sobre os costumeiros preconceitos em torno das suas origens... E isso tudo depois de Machete ter detonado cabeças e vísceras de brancos norte-americanos metidos a besta! Que venha o (ainda mais sério e cultuado) Screen Actor's Guild Awards, no próximo domingo, com ainda mais pluralidade (assim espero)!
|

20 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR on 16 de janeiro de 2012 14:41 disse...

Gostei do resultado do Globo de Ouro. Prêmios justos. Já Rodriguez risquei faz tempo da minha lista, não suporto o seu cinema caricato e sanguinário.

O Falcão Maltês

Claudinha ੴ on 16 de janeiro de 2012 22:04 disse...

Olá Dil!
Eu tenho sido a pessoa mais afastada do cinema ultimamente. Tenho meus downloads, tenho meus dvds que me esperam tanto no notebook quanto nas caixinhas. Não vejo também o Oscar nem O Globo de Ouro. Gosto muito de Morgan Freeman e lembro de assistir com meu pai, na telinha, To Sir With Love, com Sidney Poitier.Acho que deve ter sido emocionante esta entrega de prêmio. De grande para grande artista, com toda certeza! Um beijo !

Jandira Rosa disse...

Só de olhar pra cara de Machete, quase tive pesadelos horrendos!! Deus me livre desse homem nos meus sonhos! Apesar de não ser adepta a cabeças rolando, sangue esparramado e vísceras expostas, posso dizer que gostei do filme, especialmente, do serviço prestado por ele. Discussão pra lá de inteligente! Beijo grande, momô!

Игорь on 17 de janeiro de 2012 13:10 disse...

Boa ica Gilberto !

Aliás meu HD está lotado, também. O jeito é gravar em DVD.

abraços !

Souza disse...

Texto muito bom! Adorei as analogias entre o filme casca grossa e sanguinário do Machete (não curto filme assim, mas esse é uma bela homenagem aos 'trash movies') e a necessidade de igualdade de pluralidades em Hollywood! Boa abordagem do Globo de Ouro, que acabei perdendo!

Gilberto Carlos on 17 de janeiro de 2012 14:29 disse...

Obrigado pelas dicas para o layout do blog, Dilberto (meu quase xará). Vou tentar executar as mudanças com o tempo. Quanto ao seu blog já estou seguindo e coloquei o link dele lá no Gilberto Cinema. Abraços!

Por que você faz poema? on 17 de janeiro de 2012 17:10 disse...

Tô com o Nahud, Rodriguez não dá mais (nem mesmo em PEQUENOS ESPIÕES), quanto ao Globo de Ouro (e futuras premiações) preciso aprimorar meu ingles para acompanhar a trasmissão no audio original - esse TNT ainda me mata.

Alan Raspante on 17 de janeiro de 2012 17:18 disse...

Adorei Machete! É trash, divertido e ainda consegue colocar o dedo na ferida! Achei bacanudo mesmo. Sempre gostei do Rodriguez, só não aguento aqueles filmes infantis dele.

Cara, valeu pelos comentários no Satélite. Fico feliz que tenha gostado. Adorei teu blog e a partir de agora passo a acompanhá-lo com frequência!

Até mais!

Canto da Boca on 17 de janeiro de 2012 19:17 disse...

Eu tenho muito de cinema para por em dia (ainda bem que tu e o Herculano facilitam a minha vida).
Embora tenha a boa desculpa das leituras, que estou sempre profundamente mergulhada nelas.

Se bem que o vestido (vestido??) da Erin Wasson, merece um poste, habilitem-se, Dilberto e Herculano, rs.

Abração, Dilberto e beijos para as meninas!

;)))

Luiz Santiago on 18 de janeiro de 2012 01:53 disse...

Do Globo de Ouro só não gostei do Scorsese leva de melhor diretor. O restante, foi aceitável.

Quanto ao Júri, eu mandei um e-mail em novembro, avisando que aquele seria o nosso último Veredicto do ano. Por conta das minhas férias, não temos Veredicto em Janeiro. Na primeira semana de fevereiro irá um e-mail com a definição do tema para o 1º Veredicto de 2012, a ser publicado na primeira semana de março. O período de atuação do Júri é de março a novembro mesmo.

Abração.

Jota Effe Esse on 18 de janeiro de 2012 08:30 disse...

Dilberto, desculpe, mas não me atrevo a comentar porque estou mais por fora do que arco de barril. Um abraço.

Daniel on 18 de janeiro de 2012 08:52 disse...

Olá meu amigo.
Primeiramento obrigado pela visita. Fiquei feliz em conhecer mais um colega advogado na blogosfera.

Sou um cinéfilo, porém, não tenho tido tempo de pesquisar sobre filmes ultimamente. Quero ver o Descendentes, e muitos outros.

Gostei do seu blog. Vou me conectar aqui. Espero que volte ao meu.

abs
Daniel

Hugo on 18 de janeiro de 2012 14:20 disse...

A escolha Sidney Poitier para entregar o prêmio a Morgan Freeman foi um acerto. Dois grandes atores de gerações diferentes.

Sobre "Machete", ainda não conferi, mas também acho merecido um papel de protagonista para Danny Trejo.

Abraço

Filmes Antigos Club on 18 de janeiro de 2012 15:56 disse...

Saudações Dil, tudo bem?

Belo post, mas devo confessar ao amigo que não ano muito por dentro das premiações ultimamente, mas que fico melhor informado agora graças a seu presente artigo.

Morgan Freeman, é sem dúvida, um dos maiores atores negros da História do Cinema. Particularmente, até acredito que supere o veteraníssimo Sidney Poitier, que também é um ótimo ator. Ter este a chance de entregar o prêmio à Freeman é mais do que um evento de premiação. É um encontro histórico.

Abraços e até a próxima

Paulo Néry

Emmanuela on 18 de janeiro de 2012 19:23 disse...

Adorei a bronca!! Estou preparando um texto novinho em folha!

Machete e Globo de Ouro, de ambos só vi uma pequena parte. Quero muito conferir o filme por inteiro simplesmente porque gostei muito do pouco que vi.

Como não pude ver a exibição completa da premiação, matei a curiosidade no dia seguinte, na internet mesmo. E que venha o Oscar!!

Um grande abraço!!

Ruby on 19 de janeiro de 2012 11:55 disse...

Dilberto, vc é dos downloads? Olha, nunca me candidatei, com sorte consegui o de dois filmes que muito queria e a força do querer me fez baixar esses filmes.
Aliás, ultimamente mal tenho visto filmes. Mas aguardo a Meryl nos cinemas como a dama de ferro, tou apostando minhas fichas nessa produção, tomara que não
me decepcione, já o que retrata Marilyn, acho que vou aguardar com paciência sair em DVD. Não assisti a cerimônia de entrega dos prêmios, mas sem futilidades, me liguei nas roupas, principalmente nos vestidos das mega famosas. Abraços.

Érica Colaço on 19 de janeiro de 2012 15:38 disse...

Eu nunca consegui baixar filmes. Não sei porque. Acho que sou uma analfabeta tecnologica, qualquer dia tu poderia fazer o passo a passo aqui, né? Me ajudaria muito. Já já este espaço vai ser fonte de pesquisa mesmo. Beijo

Adecio Moreira Jr. on 19 de janeiro de 2012 18:35 disse...

Os filmes não estrearam no Brasil AINDA. Valerá muito a pena ir ao cinema neste começo de ano.

^^

Du on 21 de janeiro de 2012 13:30 disse...

Lendo e marcando presença... :)

Í.ta** on 23 de janeiro de 2012 23:15 disse...

taí o "homi" dos filmes! prazer relê-lo. e desculpas pela ausência. vida que vai tomando conta da gente :)

como podes ter observado no ópio do povo, reitero aqui meu apreço pelo futebol do teu vasco no ano passado. sei lidar bem com a rivalidade, e gostei muito do pouco que acompanhei!

grande abraço, meu caro!

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran