sábado, 4 de março de 2006



Já se vão mais de dez anos quando meu amigo Sérgio e eu, ainda dois adolescentes no Colégio Dom Bosco, começamos a fazer apostas sobre o Oscar, e, ao longo dos anos, fui o maior ganhador por causa dos quase sempre certos chutes que dava nas áreas dos curtas de animação e de documentário, uma vez que, quanto aos demais palpites, praticamente empatávamos - bons tempos de Vídeo News e SETs de qualidade... Já fora da escola, no Clube dos Amantes do Cinema, a brincadeira passou a ter "premiação" para o vencedor: os perdedores pagavam um lanche ou um jantar à escolha do que acertasse o maior número de categorias! Por fim, aliar-se-iam ainda os amigos Ricardo Alexandre e Lígia Calina...

Tudo isso para dizer que, apesar das distâncias, este ano não poderia ser diferente: Sérgio Ronnie e eu estamos juntos mais uma vez, ainda que virtualmente, para uma "Aposta do Oscar" (oxítona mesmo, pra brincar com o nome em Inglês!) - com o acréscimo de um novo parceiro, o Luiz Henrique, cinéfilo de carteirinha, que planejou comigo este bolão virtual e que também faz hoje um 'post' dedicado a esta aposta!

Não que o Oscar seja a "maior festa do cinema mundial" ou qualquer outro blá, blá, blá alardeado pela imprensa maravilhada com o 'glamour' daquela cerimônia longa e por muitos considerada chata e apenas comercial, mas sim pela sempre divertida oportunidade de reunir os amigos em torno do velho debate sobre o 'hollywoodian way of doing films', aquela clichê discussão em torno do comercialismo vencendo a qualidade etc., especialmente para nos depararmos com surpresas estarrecedoras (como os surpreendentes 11 Oscars que obteve Titanic em 98!), capazes de arrefecer qualquer ânimo em torno de um filme de melhor qualidade, porém de menos bilheteria...

Entretanto, parece que este é o "ano político" da Academia (composta por milhares de membros, entre técnicos, atores, diretores e produtores do cinema norte-americano), onde filmes mais conscientizados e com orçamentos mais modestos vêm alcançando destaque - como nos casos da indicação do polêmico Paradise Now, que mostra 48 horas na vida de dois jovens futuros "homens-bomba", ou nas indicações mais que merecidas a dois grandes filmes estrelados por George Clooney, Syriana, também sobre terrorismo palestino, e o ótimo, porém hermético Boa noite e boa sorte, que, além de estrelado, é também dirigido (e muito bem!) por Clooney, a narrar o sério combate da CBS ao insano senador McCarthy... Mas nenhuma polêmica poderia ser maior que o amor de dois 'cowboys' 'gays' num país ainda dominado por muito conservadorismo (e dirigido por um estrangeiro!) como é o caso do favorito Brokeback Mountain!

Normalmente, a esta hora, já teria visto praticamente todos os filmes participantes e poderia falar, com ganho de causa, sobre os que mereceriam ou não qualquer premiação e os que levariam por puro 'marketing', mas vi pouquíssimos filmes da metade do ano passado para cá, sendo que em muitas categorias simplesmente não assisti nenhum (como os concorrentes ao prêmio de melhor animação, todos exibidos nos cinemas brasileiros)... Ainda assim, creio que dá para arriscar uns palpites e continuar na brincadeira! Vamos, então, à "Aposta do Oscar"!


A Montanha... O favorito?

"APOSTA DO OSCAR"


Melhor filme: O segredo de Brokeback Mountain
Melhor direção: Ang Lee (O segredo de Brokeback Mountain)
Ator: Philip Seymour Hoffman (Capote)
Atriz: Reese Witherspoon (Johnny e June)
Ator coadjuvante: George Clooney (Syriana)
Atriz coadjuvante: Rachel Weisz (O jardineiro fiel)

Direção de arte: Orgulho e Preconceito
Figurino: Orgulho e preconceito
Roteiro adaptado: O segredo de Brokeback Mountain
Roteiro original: Match Point
Fotografia: O segredo de Brokeback Mountain (na torcida, porém, com relação à lindíssima fotografia em preto e branco de Boa noite e boa sorte ou ainda à precisa fotografia de Batman Begins, injustamente indicado somente nesta categoria!)
Maquiagem: As crônicas de Nárnia
Canção: "In the Deep" (Crash - no limite )
Trilha sonora: O segredo de Brokeback Mountain
Mixagem de som: King Kong
Edição de som: Guerra dos Mundos
Efeitos visuais: King Kong
Edição: O jardineiro fiel
Melhor Animação: Wallace & Gromit: A batalha dos vegetais
Melhor curta de animação: One man band
Melhor Documentário: A marcha dos Pingüins
Melhor documentário curta-metragem: The Mushroom Club
Melhor curta-metragem: Ausreisser (The Runaway)


E não deixem de conferir as novidades em função do Oscar na coluna lateral: nos Contatos Imediatos, ouvindo música (finalmente tocando de verdade!) - a imortal canção "Somewhere over the raimbow", do filme Mágico de Oz, vencedor em 1940 dos prêmios de melhor canção e trilha original; e o Mês Especial Oscar, com polêmicas curiosidades sobre os prêmios ao longo destes 79 anos de premiação!

Amigos & Leitores

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran