quarta-feira, 11 de abril de 2012

ENTREATOS IV

Último Mês dos Morcegos...

...Nesta temporada: no dia 30 de abril o blogue completará oito anos de cultura em geral e aproveitará o ensejo para debandar, por um tempo... Mas voltaremos: os Morcegos sempre voltam... E sigamos, porque, até o final do mês, ainda tem muita coisa para contar - como, por exemplo, o nacionalmente escandaloso Legislativo, que, em cada Estado da Federação (culminando na "cachoeirada" de Brasília), vem aprontando das suas...

No Maranhão, "pelo menos", de 18 baixou para 15...

"Louvado": menos dinheiro para as extravagâncias e para as dentaduras assistencialistas

Depois da repercussão negativa em nível nacional (e temerosos de defenestrar deste nosso posto o Coronel Bigodudo), a Assembleia Legislativa local resolveu, nesta quarta, em sessão extraordinária, "reduzir" os seus 18 salários anuais de mais de vinte mil reais para meros 15 (além do 13º, mais umas "ajudas de custo" equivalentes a algumas vezes os "trocados" que já ganham...) - tal como se dá com a Câmara Federal (santa equiparação justa...)! Fatos curiosos (para não dizer "hilários"): deputado da oposição petista lembrou-se da necessidade de uma moralização - "Se o servidor público tem 13 salários ao ano, o deputado também tem que ter 13 salários ao ano, e assim por diante" (só agora o senhor se deu conta, caro ex-aguerrido combatente: saudades dos tempos dos legítimos protestos na Praça Deodoro...); deputados "aliados" tecendo críticas à... TV Mirante? De Don Bigode? "A Assembleia Legislativa foi vítima de uma campanha sórdida da Mirante, TV Mirante, afiliada da Rede Globo no Maranhão", vociferou um inseguro ex-secretário, hoje na deputância... Para completar a 'madhouse' legislativa local, o discurso de hoje que mais me arrebatou: "Devemos ter repúdio contra as gangues que querem desmoralizar o Parlamento brasileiro e, especialmente, a Assembleia Legislativa do Maranhão"... Só rindo mesmo...

E Mazzaropi sabia fazer isso como poucos...

Anteontem completaram-se 100 anos do nascimento de um mestre genuinamente brasileiro: Amácio Mazzaropi, fruto da rica miscigenação de imigrantes no Brasil (no caso, fruto de portugueses e italianos), criou (e abusou por sobre) o próprio caipira que era - uma das maiores fusões de ator/personagem brasileiro, tal como outro tropicalista bestial, o Zé do Caixão - em filmes que, se passavam longe do genial em seus superficialismos de grandes bilheterias das décadas de 50 e 60, pelo menos discutiam temas "sérios" no tom debochado do inteligentemente divertido homem simples do interior...

Vi pouco do velho palhaço caipira, mas gosto da persona criativa e empreendedora do homem-personagem que foi num Brasil ainda rudimentar na arte cinematográfica. Gosto de me lembrar dum filme que, em 2005, rendeu uma bela homenagem ao grande comediante nacional - sobre o qual escrevi aqui, alguns anos atrás...

Tapete Vermelho: encantador trabalho do diretor Luiz Alberto Pereira, homenagem ao antigo campeão de bilheteria do cinema brasileiro, Amacio Mazzaropi. Matheus Nastchergaele (em mais uma ótima atuação, compondo uma mistura de imitação do falecido comediante paulista com um caipira típico do interior de São Paulo), desejoso de cumprir uma antiga promessa a seu pai, leva mulher (Gorete Milagres, irregular, pelo menos distante da repetição da já chata personagem Filó) e filho para a primeira cidade que encontrar exibindo um filme de Mazzaropi, partindo numa espécie de 'road movie' com comédia gostosa e leve, baseada no qüiproquó dos personagens, algo como visto no ótimo A Marvada Carne. Entretanto, ao contrário desse pequeno clássico do recente Cinema Nacional, Tapete Vermelho é irregular tanto na técnica quanto no enredo, pecando em enveredar por desvios de narrativa envolvendo temas diversos (como os sem-terra e o draminha do sumiço do filho), perdendo-se a partir da metade final. Entretanto, diante do sentimentalismo presente em algumas produções de Mazzaropi, a homenagem parece ter ficado mesmo completa: mesmo com tantos baixos, é diversão garantida para toda a família!

(Dilberto L. Rosa, Cine Morcegos: Três Sessões, 2006)



Ah, o bom e velho "humor puro" brasileiro de outrora...
|

12 comentários:

Gilberto Carlos on 12 de abril de 2012 07:15 disse...

Adoro o Mazaroppi e todos os seus filmes. Acho que já vi uns 24 dos 32. O mais autêntico dos nossos caipiras, que até hoje não encontrou substituto.

Luci on 12 de abril de 2012 15:28 disse...

eu vi alguns filmes do Mazaroppi... muito bom!
tá.
morcegos são sazonais, mas não some, agora que és "diletos".
bj

ANTONIO NAHUD JÚNIOR on 12 de abril de 2012 21:15 disse...

Outra escapada, Gilberto? Volte logo.

O Falcão Maltês

cineboy on 13 de abril de 2012 01:14 disse...

até mais! Abração Dilberto! Não deixe-se demorar muito nesse descanso do blog.Queremos mais hehe.

Dilberto L. Rosa on 13 de abril de 2012 08:05 disse...

Aos apressadinhos Antonio e Cineboy, que parecem nem ter lido o texto: os Morcegos só seguem viagem no dia 30 de abril! Até lá, o "Gilberto" aqui continua na labuta...

Игорь on 13 de abril de 2012 21:25 disse...

Hola Dilberto !!

Gostei muito da ilustração da família morcegos.

Estou com pouco tempo para escrever. Na verdade é cansaço mesmo rss

Assisti muitos filmes do Mazza na TV...

abraços

Duarte on 14 de abril de 2012 19:06 disse...

Aqui está a passar o mesmo com o argumento de que estamos em crise, mas eles continuam a viajar em primeira e com carros de gama alta.
Não conheço este personagem. Gosto de cinema, mas não sou um grande intendido. Sou observador e vejo o que outros não deram fé: interesso-me por detalhes, pormenores, e muitas vezes desvio-me do argumento.
Hoje posso dizer que aprendi algo mais.
Um grande abraço e não demores muito

Luci on 15 de abril de 2012 17:07 disse...

Lie to me passou na Fox. SÓ 3 temporadas, infelizmente!
sou fãzaça do Tim.
eu assistia qdo dava, mas ganhei a temporada 1 e 2. devorei!
to esperando a 3 chegar.
vale muito por ele.
eu, a morceguinha honorária!
ahhhhh, que eu to morrida!
bjs

emyhouseplus on 15 de abril de 2012 22:02 disse...

8 anos é muita coisa. parabéns!
sobre a pausa, todos entendem.
nossa vida real nos chama sempre [online nem sempre,né?]
outra...por mim,poderia cortar mais ainda esses salários aí xD

Suzane Weck on 16 de abril de 2012 03:13 disse...

Não posso imaginar a "blogsfera"com Morcêgos em debandada.Espero que a pausa seja breve ,pois os dias ficarão mais tristes e vazios sem estes queridos bichinhos por perto. Grande abraço.

Jota Effe Esse on 16 de abril de 2012 16:49 disse...

Dilberto, esses 18 salários dos deputados do Maranhão vão fazer escola, porque ninguém quer ficar pra trás nessa corrida vergonhosa, não demora e haverá Estados com 20saláris, e bem "justificados". Meu abraço.

Rubi on 20 de abril de 2012 23:14 disse...

Então quer dizer que até o dia 30 ainda teremos bons textos por aqui? Mas convenhamos, quem não precisa de um descanso, não é mesmo?

Embora o primeiro texto seja extremamente informativo, se me permite, falarei apenas sobre Tapete Vermelho, já que este é um dos meus filmes preferidos do cinema nacional. Adoro o trabalho do Matheus Nachtergaele, e essa foi uma das homenagens mais bonitas que fizeram pro grande Mazzaropi. Um filme divertido que emociona.

Até breve!

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran