quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

SOBRETUDO


SOBRETUDO

Que sobre poesia
Sobre tudo
Sobretudo
Sobre todos
Sobre o mundo
Ou sobre nada
Sobre o mundo
Sobrem todos
Sobre tudo
Sobre a poesia
Sobre a vida
– E que soçobre a esperança
Sobre o caos...

(Dilberto L. Rosa, 2005)
|

12 comentários:

Euza on 10 de fevereiro de 2011 13:15 disse...

que sobre, sobretudo, amor!
bom te ver na poesia, moço. foi como te conheci e amei.
beijo

Miguel S. G. Chammas on 10 de fevereiro de 2011 17:49 disse...

Sobretudo se a gengte puder ler.....
Poesia concreta, para seres concretizados.
Delmiro. lá no cantinho tem um texto que poderá ser de seu agrado.
Vai lá vai!

Í.ta** on 10 de fevereiro de 2011 23:13 disse...

muito boa essa construção lidando com a palavra nome/verbo sobre.

abraços.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR on 10 de fevereiro de 2011 23:20 disse...

Belo poema, caro amigo. Realmente, "que sobre poesia sobre tudo".
Abraços

www.ofalcaomaltes.blogspot.com

Lia Araújo on 11 de fevereiro de 2011 03:38 disse...

Que sobre esperança... é a maior dádiva e a maior maldição do ser humano... talvez, por isso, ela estivesse no meio de tantos males na Caixa de Pandora... Nem Zeus conseguia classifica-la...

Obrigada pelo comentário... ele aqueceu meu coração... e tens razão... a dor tem cheiro... às vezes, é doce... às vezes, amargo... ás vezes, agridoce... não importa... ela tem cheiro de lembrança e saudades... é melhor que nada... obrigada mesmo... me fez sentir e pensar...


beijos e obrigada

Jota Effe Esse on 11 de fevereiro de 2011 18:26 disse...

Esse teu lindo poema me deixou doido, amigo! Às vezes penso que estás usando verbo; outra hora penso que é preposição, mas de uma coisa estou certo: Que sobrem todas as coisas boas da vida! Meu abraço.

Ruby on 11 de fevereiro de 2011 19:37 disse...

Sobretudo a genialidade de um poeta! Lindo.
Chaplin, gênio!
Dilberto, sempre muito brigada pelos lindos cometários, me envaidece.

Camille on 12 de fevereiro de 2011 01:24 disse...

Caramba! Por que tanta gente anda falando de Hitler ultimamente, evocando e tal. Li uma vez que Chaplin e Hitler tem mapas astrais com aspectos muito parecidos, e que tem varios pontos em comum. Estranho nao é? Beeem estranho.
Sobretudo...(bonita sua poesia) se pensarmos que um era tao sensivel e outro um sociopate daqueles com tudo que tem direito. Voce é de qual Estado? Da aula onde? Eu estudei na S Marcos, conhece? Mss antes na PUC RJ- o que é uma redençao...
Bom final de semana!
Cam

Игорь on 12 de fevereiro de 2011 12:02 disse...

Notável jogo de palavras . Mais uma vez surpreendeu !

abração e bom fim de semana

Srtª Vihh on 12 de fevereiro de 2011 18:10 disse...

Sobre um caos?
Minha vida querido amigo!
Nem asas tenho.

LuCordeiro, on 13 de fevereiro de 2011 21:07 disse...

Que bela construção,Dil! Mas por que soçobrar a esperança? É o maior bem que podemos ter.Qdo Pandora abriu a caixa todos os males escaparam,inclusive o caos,mas restou a esperança como consolo.Qto a Chaplin,um gênio que,nesse filme,como em outros,arrasa com sua sátira.O bigodinho esquisito é emblemático,né não?
bjsss,amigo.

Mr.Orange on 14 de fevereiro de 2011 00:55 disse...

“Que soçobre a esperança/sobre o caos” LINDO! EXCELENTE!!
Desculpe não ter visitado o seu espaço antes, pois estava tirando férias (meus últimos dias) e colocando algumas idéias no lugar. Estava também preparando um material novo. Espero que goste.
Ótimo texto e ótimo blog!
Abraços calorosos.
Adriano MB.

 

75 Anos do Homem-Morcego

75 Anos do Homem-Morcego
Página da DC Comics (em Inglês)

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran