sábado, 10 de outubro de 2009

Lista dos Meus (Pouco Mais de)

50 Melhores Filmes - Parte II


O Jens sentiu falta do genial diretor sueco Ingmar Bergman e a Magui queria ver o adorável Sete Noivas para Sete Irmãos na Lista dos meus (pouco mais de) 50 melhores filmes ('post' do dia 03 de outubro, visível logo abaixo)... Calma, eis que o "suplício" acabou: hoje chega ao fim esta saga, com a publicação dos outros 25 títulos que faltavam! E, se Bergman encabeça esta segunda lista, o mesmo não pôde acontecer com o inesquecível musical indicado, que não está entre os 50 melhores para este humilde blogueiro que vos fala, tantos os filmes que não poderiam ficar de fora na humilde opinião deste cinéfilo-menor...

E o Ricardo sugeriu uma nova Lista contendo somente o melhor do dito "Cinema Pop", dos nossos bons e velhos anos 80, por exemplo, afora outras pérolas... A idéia é boa, mas, aqui, a lista não segrega ninguém: se o filme é um clássico (e isso não limita época nem gênero algum: clássico é algo que fica...), não importa a fotografia, a Língua ou o ano em que foi produzido! Assim, desde filmes norte-amricanos mudos de 1926 (A General, com o genial "homem-que-nunca-ri" Buster Keaton) até diálogos esdruxulamente 'pop' permeados com muito sangue redivivo e narrativas surpreendentes do Cinema-autofágico dos anos 90 (Pulp Fiction), os mais diversos títulos permeiam esta humilde lista!

Entretanto, o destaque desta vez vai para dois clássicos-espetáculos, duas pérolas que não só redefiniram o Cinema estadunidense (e mundial) para o bem e para o mal, como também apresentaram uma releitura das clássicas matinês dos anos 30 e 40, reinventando o jeito de fazer um Épico: O Império Contra-Ataca (ou, como querem os fãs da nova e descartável série dos três primeiros filmes da saga, Guerra nas Estrelas - Episódio V - O Império Contra-Ataca) e Caçadores da Arca Perdida foram marcos divisores de águas na Sétima Arte e fizeram por merecer a 40ª posição de minha honorável lista! Afinal, Lucas e Spielberg criaram um novo e alto padrão ao levar para as telas (em 1980 e em 1981, respectivamente) um novo e invejável Cinema de aventura... Tudo bem que os dois andam mancos faz tempo, inclusive relançando e destruindo suas geniais franquias (os novos "primeiros Episódios" de Star Wars e Indiana Jones e O Reino da Caveira de Cristal são sofríveis!), mas já possuem inegável posição na galeria dos grandes diretores mundiais (Tubarão, Encurralado, Lista de Schindler, American Graffitti, THX 1138...)!

Adorável ter criado esta lista: a exaustiva busca pela lembrança dos melhores filmes que já vi trouxe à luz algumas obras esquecidas em minha memória, porém eternas! É acompanhar com deleite e relembrar, concordar (ou não) e ver (ou rever) genialidades que a Sétima Arte já produziu ao longo de tantos anos de criatividade e vanguardismo! Que a Força esteja com cada lembrança de filme que aqui não apareceu: afinal, como esquecer Luzes da Cidade, Farrapo Humano, O homem que matou o facínora, Matar ou Morrer, O Baile, 'Punch Drunk Love' - Embriagado de Amor, O pecado mora ao lado, A felicidade não se compra, Zelig, Uma Aventura na África, Bye Bye Brasil, Irmãos Cara-de-Pau, As Avenbturas do Barão de Munchausen, Barry Lindon, De volta para o futuro, Janela Indiscreta... Quem sabe numa lista maior, com (pouco mais de) 100 títulos?...


26. Fanny e Alexander / O Sétimo Selo (SUE, Bergman, 1982 / 1956);
27. 'Blow-up' – depois daquele beijo (ING/ITA, Antonioni, 1966);
28. 'Taxi driver' / Os Bons Companheiros (EUA, Scorcese, 1976 / 1990);
29. A General (EUA, Bruckman - Keaton, 1926) / Uma Noite na Ópera (EUA, Wood, 1945);
30. Quanto mais quente melhor (EUA, Wilder, 1959);
31. Rastros de Ódio (EUA, Ford, 1958);
32. A Conversação (EUA, Coppola, 1974);
33. Dr. Fantástico (ING, Kubrick, 1964);
34. Perdidos na Noite (EUA, Schlesinger, 1969) / Sem Destino (EUA, Hopper, 1969);
35. O Inquilino / O Bebê de Rosemary (FRA / EUA, Polanski, 1976 / 1968);
36. Asas do Desejo (ALE/FRA, Wenders, 1987);
37. O Bandido da Luz Vermelha / Os Fuzis (BRA, Sganzerla, 1968 / Guerra, 1964);
38. Meu ódio será sua herança (EUA, Peckimpah, 1969);
39. Três homens em conflito (ITA/ESP, Leone, 1969);
40. O Império Contra-Ataca (EUA, Kerschner; Prod.: Lucas, 1980) / Caçadores da Arca Perdida (EUA, Spielberg, 1981);
41. Noivo Neurótico, Noiva Nervosa / Manhattan (EUA, Allen, 1977 / 1979);
42. Brazil – O Filme (ING, Gilliam, 1984);
43. 'Pulp Fiction' - Tempo de Violência (EUA, Tarantino, 1994);
44. Europa / Dogville (DIN/FRA/SUE, Trier, 1991 / 2003);
45. Um estranho no Ninho (EUA, Forman, 1975);
46. O Incrível Exército de Brancaleone (ITA, Monicelli, 1963);
47. Ladrões de Bicicleta (ITA, de Sica, 1948) / O Pagador de Promessas (BRA – Duarte – 1962);
48. Sangue Negro (EUA – Anderson – 2007);
49. O Homem-Elefante / A História Real (EUA – Lynch – 1980 / 1999);
50. Fantasia (EUA – Algar e outros – 1940) / King Kong (EUA, Cooper - Schoedsack, 1933).
|

7 comentários:

Sonia Regly on 10 de outubro de 2009 17:06 disse...

Vi seu Blog lá na Duzinha e resolvi vir te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras.Pra mim é uma alegria recebê-la por lá.

www.compartilhandoasletras.com

Helô Müller on 11 de outubro de 2009 02:33 disse...

Incrível como vc entende e curte cinema, parabéns! Adorável a sua lista dos melhores e dá uma vontade danada de ver ou rever, cada um deles! Acho que vou tentar fazer isto aos pouquinhos...rs
Um domingo tranquilinho procê!
Beijos com gosto de pipoca!
Helô

Игорь on 11 de outubro de 2009 10:46 disse...

Oi Dilberto !

Excelente Post .

George Lucas : ele conseguiu estragar uma boa recordação da infância . Os 03 "primeiros" novos filmes são horriveis . Roteiros ruins , tramas mal costuradas e "explicações" pueris . Irritou-me tanto que peguei bronca de todos os filmes da série . E o pior, na tentativa de conferir a série ,uma aparência respeitável , Lucas recorreu aos serviços do Mitólogo Joseph Campbell ( O poder do Mito; A Saga do Herói), tornou ainda mais rísivel, bem , isto é minha opinião ...

Spielberg : já foi um bom diretor de blocbusters (e de vez em quando emplacando um filme mais adulto ), mas este último do Indie , doeu . Pelo menos não peguei bronca da séria inteira hehehehehe

abraços

Jens on 11 de outubro de 2009 15:51 disse...

OK, Dilberto, te livraste, por pouco, de ser condenado ao inferno cinematográfico. Os Deuses da telona respiram aliviados.

Um abraço.

PQNA on 11 de outubro de 2009 23:54 disse...

interessante... muitos deles eu tbm curto...

Magui on 15 de outubro de 2009 11:53 disse...

Rastros e ódio, de John Ford é ainda melhor quando ficamos sabendo como foi feito, como John Wayne se esmerou no andar ( principalmente da última cena)transformando a caminhada do ator em peça importante da interpretação nos filmes.Toda vez que eu vejo Antonio Banderas andando de costas, saindo de cena eu me lembro deste filme e da sua última cena.Da sua lista , percebo que vi quase todos.

Julio Moraes on 17 de outubro de 2009 17:18 disse...

Estou pasmo, queria debater mas concordo com a lista. Acredito que para o cinema pop, realmente Spielberg e George Lucas remanejaram de uma maneira única o modo de se fazer, apresentar e vender filmes.

Mas apenas eles, em tantos anos. Triste. Precisamos recorrer aos filmes europeus se não quisermos gastar tempo com as bobagens extras americanizadas.

Parabéns pela lista. Incentivou-me a fazer uma para postar no pub.

abraços, bons filmes :D

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran