quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Carnavais Cinematográficos

(e suas canções inesquecíveis...)


"Manhã, tão bonita manhã/ Na vida, uma nova canção/ Cantando só teus olhos/ Teu riso, tuas mãos/ Pois há de haver um dia/ Em que virás"... O oscarizado Orfeu Negro (em tese, o único prêmio Oscar do Cinema nacional, uma vez que o vencedor como Melhor Filme Estrangeiro de 59 é uma co-produção Brasil/França), sem dúvida, envelheceu, mas a canção que o imortalizou mundo afora, "Manhã de Carnaval", continua melodicamente bela, a idealizar um carnaval suave de amor eterno... Um pouco diferente dos 50 beijos diários das "ficadas" em cada bloco perdido por este País de hoje em dia, onde carnaval dura o ano inteiro, em intermináveis, comerciais e infelizmente sem-graça micaretas!

Mas, além de poético (hoje em dia, à sua maneira bem peculiar...), o carnaval sempre teve mesmo algo de cinematográfico: e, enquanto a Academia ignorou a simpática e redondinha animação Rio, do brasileiro Carlos Saldanha, envolvendo o tema junto a um casal de ararinhas azuis, pelo menos elencou Sérgio Mendes e Carlinhos Brown para a premiação do Oscar deste ano na categoria "Melhor Canção" por este filme - que só perderão se os membros daquela instituição estiverem com um xenofobismo revoltado, uma vez que, além da divertida canção brasileira "Real in Rio" (curta essa bela canção logo abaixo), há apenas mais um concorrente, a chatinha "Muppet or Man", do mais novo filme dos adoráveis bonequinhos do falecido Jim Henson.

Mas nem só de Oscar vive fevereiro e, uma vez que os Morcegos andam "foliões cinematográficos", nada mais justo do que celebrar a Folia de Momo com a lembrança de um "clássico" do nosso Cinema: em Quando o carnaval chegar, nosso Poeta-Maior da MPB, Chico Buarque, além de compor e interpretar magistralmente quase todas as canções deste gostoso musical "à brasileira" genialmente improvisado por Cacá Diegues, legítima homenagem "tropicalista" às nossas antigas chanchadas, ainda "atua", mesmo que timidamente, ao lado de Maria Bethânia (alma de atriz desde cedo...) e Nara Leão! A "trama" gira em torno de encontros e desencontros de um grupo de artistas mambembes, que se prepara para um espetáculo realizado por um empresário picareta.

A canção-tema deste delicioso filme brasileiro diz respeito a alguém que espera sempre pelo momento certo de fazer algo, quase como a "promessa nunca cumprida" do Brasil como um grande País! Ou de todos nós, que nos "guardamos" para, um dia, "brilharmos" em todo o nosso potencial em nossos sonhos acalentados - sem dúvida, um dos grandes poemas-canções do mestre Buarque: Eu ‘tou só vendo, sabendo, sentindo, escutando e não posso falar/ 'Tou me guardando pra quando o carnaval chegar... Vamos vendo (veja você também: ria e chore com a seção "Os Outros Carnavais", na coluna lateral)! Vendo, por exemplo, as comédias e tragédias deste nosso Brasil desesperadamente feliz... Nem que seja por apenas 3 dias (ou enquanto durar o nosso estoque cinematográfico de samba, suor e cerveja para o resto do ano!)...


Diferentes sambas, grandes alegrias: dê o 'play' e ouça Chico cantando o clássico "Quando o carnaval chegar" e, ao lado, a novidade do filminho 'made in USA' sobre o carnaval no Rio de Rio: We are the best at rhythm and laughter/ That's why we love carnaval (...) Magic could happen for real, in Rio/ All by it self/ You can't see it coming/ You can't find it anywhere else/ It's real, in Rio
("Real in Rio", de Rio, música de Sergio Mendes e Carlinhos Brown; letra de Siedah Garrett)
|

19 comentários:

Souza disse...

Perfeito, Dilberto: cinema e música muito boas para relembrar! E nossas: viva o Brasil e as mulatas! E quase morri de rir com o Danilo Gentili e seu Carnabulyng rsrs.

Luci on 17 de fevereiro de 2012 17:04 disse...

samba, suor e ... cerveja, né?!
eu particularmente acho q o gentili precisava fazer fono...rs!!!
rasgue a fantasia!
bj

Alan Raspante on 18 de fevereiro de 2012 14:11 disse...

Nunca fui muito fã de Carnaval, mas estou virando agora... rs

Preciso ver este Rio!

Gilberto Carlos on 18 de fevereiro de 2012 18:05 disse...

Quem sabe depois do carnaval o ano começa de verdade aqui no Brasil (kkk). Amanhã também falarei sobre o carnaval no cinema brasileiro no blog. Apareça...

Du on 18 de fevereiro de 2012 18:31 disse...

Época chata esta do carnaval, se nunca gostei até hoje, não tem mais jeito ;-) Mas de Chico Buarque e de filmes eu gosto e por coincidência ontem mesmo eu assisti este filme com os pássaros azuis e adorei! :-) Bom feriado de carnaval procê, amigo relicário! Beijo

Jota Effe Esse on 18 de fevereiro de 2012 19:04 disse...

Pra mim o Carnaval sempre foi uma festa e tanto, mas só pra ver, porque minha timidez nunca me deixou brincar. E o ponto alto do Carnaval eram as músicas, marchas, sambas, samba-enredo... Jardineira é uma das que se eternizaram na minha lembraça. E o Chico é sempre uma boa pedida. Meu abraço com serpentinas verde e amarelas.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR on 19 de fevereiro de 2012 15:56 disse...

Ainda sinto falta de um grande filme sobre o nosso carnaval...

Cumprimentos cinéfilos!

O Falcão Maltês

Duarte on 19 de fevereiro de 2012 20:25 disse...

Deixas-me embriagado com os teus saberes. O mundo do Carnaval ao cinema, que maravilha.
Hoje, em Espanha, é a entrega dos prémios GOYA ao mundo do cinema. A festa grande do cinema espanhol, os Oscar espanhóis.

Actualmente não vivo no Porto, estou em Valência, Espanha.
No tempo em que vivi em Portugal, destacava o Carnaval de Ovar, perto do Porto. Ainda que realizavam-se bailes, havia festa, desde o domingo magro até ao dia do entrudo, mas nada tem a ver com o que se faz no Brasil. Hoje parece-me que está mais divulgado mas sem chegar ao que fazeis vós, especialmente no Rio de Janeiro.

Em Espanha destacam os de Cadiz, mas mais dedicados ao bom humor. Mas especialmente os de Canárias, que sim que se podem assemelhar ao que se faz na tua terra. São espectaculares em beleza, luz e cor: festa em grande.
Um grande abraço

As Tertulías on 20 de fevereiro de 2012 06:44 disse...

Perfeita postagem. Tema e Timing... Amei. E imagine que este nao é realmente um tema que me "interesse" - só para voce ver que escreve muito bem!
Um abraco daqui de Viena
Ricardo

Marcos Rosa on 20 de fevereiro de 2012 09:02 disse...

E aí "primo". Boa relação "cinema e carnaval". Orfeu Negro tá aqui na minha lista mas ainda não vi, ao contrário de Rio, que pelo menos deveria ter sido indicado ao oscar este ano. Não vi Carros, mas dizem por aí que foi fraco, então poderia ter dado seu lugar a Rio, rsrs.

Já linkei o Morcegos lá no Blog tb...

O Árabe on 20 de fevereiro de 2012 13:00 disse...

Bem, o Chico é fantástico, o cinema idem, o Carnaval também... e o post ficou ótimo! :) Meu abraço, boa semana.

Felipe Rocha on 21 de fevereiro de 2012 15:15 disse...

Realmente as canções marcam muitos filmes, e nos carnavais, não poderiam ser diferentes!!! Nossa torcida pela trilha do Rio ganhar o Oscar...

Ps. Vi O Artista sim, inclusive aguns comentários no post sobre ele foi opinião minha sobre o filme, e de resto não teria muito o que falar, visto que é a mesma opinião da maioria dos apreciadores de um bom filme!!

Bom feriado!!

Um abraço!

Camille on 22 de fevereiro de 2012 03:02 disse...

Puxa, quem dera que o carnaval fosse feito de Orfeus e Tou Me Guardando pra qundo o carnaval chegar, lindas e poeticas cançoes. Ai tou pe bem cheia do carnaval. E espero que agora finalmente o ano comece, e bem.
Feliz Ano Novo Batman!!!

Mione on 22 de fevereiro de 2012 15:32 disse...

Se o Carnaval fosse igual aos dos anos 50, eu acharia fantástico. Mas sair pra ser quase estuprada por brutamontes em blocos? Dispenso.

Desculpa demorar pra responder teu reado, com essa história de carnaval me atrasei em tudo!

Sério, crianças mal-educadas no cinema ninguém merece, de verdade!

Quanto ao cavalo de guerra e j.edgar, sim, é bem melhor vê-los em casa, principalmente J.Edgar, que tem sempre uns idiotinhas que ficam fazendo "hmmmmm", "boiola", dentre outros no meio da sessão.

Ah, essas sessões que eu fui eu só deixo pra ir mesmo nas férias, porque ao longo do ano eu raramente arranjo tempo.

Ai, que honra! Adorei teu comentário sobre 500 dias com ela. Realmente é um filme que não me desce. Não sei que que há com as pessoas que idolatram aquele filme... Bando de recalcado que foi chutado pelo namorado hahahahaha.
Brincadeiras à parte, é um filme bom, mas não passa disso

espero que teu carnaal tenha sido proveitoso! Abraço

Jefferson Clayton Vendrame on 22 de fevereiro de 2012 16:54 disse...

Realmente Rio é até o momento o filme que melhor retrata nosso carnaval, uma ótima animação e eu claro estou torcendo para ele no OSCAR com sua canção...

Ótimo Post,

Abração

Rubi on 22 de fevereiro de 2012 23:56 disse...

Vez ou outra penso que parei no tempo, pois grande parte das produções mais recentes eu ainda não assisti. Rio é uma delas, que embora tenha chamado minha atenção desde o início, ainda não tive oportunidade pra dar uma olhada. Enfim, um excelente post, sem dúvida! Gostei das canções no final do texto.

Quanto ao seu comentário. Me lembro perfeitamente! Confesso que quando vi o título do filme pela primeira vez fiquei meio cismada. Mas por ser de Kubrick, relevei e mais, me impressionei.

Acho que Keaton e Chaplin eram muito bons. Cada um com seu jeito único de produzir os filmes. É fato que Chaplin ganhou notoriedade com suas obras; coisa que não aconteceu com Keaton...mas ambos eram talentosos e divertidos. Isso é indiscutível.

Aliás, estou pra fazer um texto sobre esta 'rivalidade' entre Chaplin e Keaton em breve. Faço questão de sua opinião!

Em relação ao comentário, achei estranho o fato dele sumir. Mas vou dar uma olhada com mais calma por aqui. De qualquer forma, agradeço pelos comentários e por sempre opinar a respeito do que escrevo. É um prazer recebe-lo em meu blog.

Até mais!

Jandira disse...

Excelente, Meu Bem: casamento perfeito de filmes e trilhas pra recordar! Caranaval suave e de amor eterno hoje em dia, só se for num filme bacaninha, como Rio...
9,5 milhões pra Beija-Flor: sem comentários...
E o carnabullying do Danilo está imperdível!! Grande beijo

Suzane Weck on 23 de fevereiro de 2012 22:33 disse...

Ola meu querido,que belo texto para esta semana cheia de alegrias[como o carnaval]e cheia de expectativas{como OSCAR}.Sabes,eu já andava com a idéia de cantar algumas musicas de filmes brasileiros que tivessem marcado época;tinha lembrado "O cangaceiro",e agora em tua postagem lembrastes "Orfeu Negro",achei sensacional.Futuramente irei fazer minha versão destas duas musicas.Se lembrares mais alguma,por favor diga-me.Vou pesquisar "Quando o carnaval chegar",não consigo lembrar.Até mais e um grande abraço para um grande amigo.

Luiz Santiago on 26 de fevereiro de 2012 17:19 disse...

Ah, que coisa mais linda, Dilberto! Confesso que não sou lá um grande da da folia de rua no carnaval, mas gosto muito das produções feitas em torno dessa festa, como bem abordas aqui. E que canções! Inesquecíveis de verdade... É de se fazer uma playlist e parar um poquinho para se divertir, porque músicas de carnaval diverte MUITO, pelo menos a mim! Muito, muito legal, isso! E me trouxe à memória momentos muito interessantes. Hehehehe

Um abraço

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran