quarta-feira, 19 de agosto de 2009

'Dio' não é surdo!


Antes de qualquer coisa, fé não se discute, mas religião, sim, e posso afirmar que meu ‘religare’ é com Deus... E, como qualquer relação, minha fé tem altos e baixos com o Todo-Poderoso... Não credito “religião” a “Igrejas”; por isso, não tenho nenhuma “filiação partidária” e procuro ser “cristão”, por sobre os ensinamentos do bom e velho Jesus: esse, sim, sabia das coisas! Infelizmente, até hoje, muito de seus ensinamentos são deturpados ao bel prazer de mentes fanáticas ou criminosas...

Porém, mesmo a dita “Palavra” deve ser encarada com reservas e com boas doses de fé, uma vez que, historicamente, há muita controvérsia no tal “Bom Livro” e a Bíblia, através dos séculos, acabou condensando inúmeras lendas e histórias de diferentes origens e tempos – mesmo o atribuído ao “Filho do Homem”, no Novo Testamento, é cercado de situações inusitadas: os evangelhos são praticamente iguais, uma vez que nenhum teria sido escrito por testemunhas dos feitos de Jesus, mas, sim, tempos depois de sua morte, tudo na boa dose do “ouvir dizer”... E, graças à danadinha da Igreja Católica, são somente quatro! Logo, tudo passa, necessariamente, pela questão da fé: não se pode levar a Bíblia ao pé da letra, tampouco considerá-la como fonte histórica ou literária.

Não tenho nada contra a religião de ninguém, quem quiser que considere até uma telha algo sagrado: afinal, ela nos cobre e nos protege das intempéries... Mas confesso estar cheio do “evangelical way of life” e devo admitir que detesto certas fórmulas difundidas por aí de uma “salvação autômata”: “Faça isso e será salvo!” – e tome uma indústria de músicas ‘gospel’ (normalmente muito ruins e que nada tem a ver com os bons e belos ‘spirituals’ negros de louvação, origem deste termo), de comportamento, de programas televisivos e até de moda dita “evangélica”: um verdadeiro saco ter que acompanhar até em partidas de futebol as camisetas de “100% Jesus”! O "coisa-ruim", por acaso, sempre torce para o outro time?

Porque, olha, se precisar ficar sem ouvir a "Música do mundo" ou tiver que dar gritinhos inoportunos de “aleluia” e “oh, glória”, com a mão para o alto e franzindo a testa com os olhos fechados, como se eu estivesse passando mal, para me salvar, já estou pretinho no Inferno! E toda esta “febre evangélica”, além de gerar automatismo mental reacionário, fomenta também os Impérios Religiosos, que, ou deturpam tudo e misturam meios de comunicação, imprensa e até Política com Deus (coisas que não deveriam misturar-se...) ou fomentam verdadeiras quadrilhas ditas “neopentescostais”, ceitas que, por trás da dita “filosofia da prosperidade”, enganam milhões de fiéis num gostoso estelionato permitido legalmente (a tal “liberdade de culto”, onde centros religiosos se eximem de pagar tributos por sobre “obras da igreja”) e se espalham mundialmente em conglomerados empresariais especializados em lavagem de dinheiro por trás do belo mármore das fachadas dos templos... Que caia o teto da Renascer se a Bispa Sônia tiver algum dinheiro não declarado! Ou alguém, por acaso, tem dúvida da origem do patrimônio das empresas do endiabrado Edir Macedo, como a TV Record, verdadeira Globo disfarçada?!

E, falando no Diabo, todos sabem também das origens nada santas do poderio global desde os anos de chumbo e dos golpes que se sucederam... Por isso, tamanha bobagem faz a Record querendo, forçosamente, inverter a situação pra lá de suja dos ditos pastores ao mostrar os tais “interesses por trás dos ataques”, que a Globo quer a hegemonia televisiva porque se sente ameaçada etc. e etc. No caso, é como se alguém de bigode viesse a público dizer que “pelos tantos anos de vida pública, deve ser respeitado e ter direito a sua privacidade”: sai pela tangente, acima do bem e do mal, e não prova que não deve nada a ninguém! Santa "perseguição midiática"!

Noutro dia quase caio para trás de tanta “vergonha alheia” sentida, no caso, pelas apresentadoras de carinhas zangadinhas e de cenho fechado do programa Fala, Brasil, que bradavam quase como se estivessem numa “Fogueira Santa”, a mostrar os “podres globais”, e terminavam com a seguinte “enquete”: “Quem, em sua opinião, está vencendo a guerra entre a Globo e a Record?”... Meu Deus... E eu que pensava que o limite da baixaria fosse a campanha política entre Collor e Lula em 89 e que o limite de imprensa marrom e tendenciosa era o do Sistema Mentira, digo, Mirante de Televisão, daqui do Maranhão, de um senador de bigode...

É, meus fiéis blogueiros de plantão, como diria um velho frei italiano franciscano que conheci: “‘Dio’ não é surdo”! Deus, tampouco, é cego! Por isso, muito mais coeso que gritar palavras e correntes de salvação em comportamentos robóticos e pré-determinados é reservar-se seriamente em sua fé com os seus, de maneira sadia e sincera... Vai que alguma corrente santa se quebre e algum Ministério Público desse Brasilzão de meu Deus resolva trabalhar e apurar que você não tem sido um bom menino em sua “Igreja Intergaláctica Octagonal das Últimas Horas do Cristo-Rei Aleluia Salve-Salve” (que, por sinal funciona num cubículo onde antes era uma padaria ao lado da sua casa)?
|

4 comentários:

Francisco on 19 de agosto de 2009 14:43 disse...

Meu amigo!
Tal como vc, minha "religião" é Deus. Sem fanatismos, sem templos ou gritinhos histéricos.
O erro dos picaretas que usam o "santo nome em vão", vem de muito tempo, onde a própria Igreja Católica, estipulava uma tabela de preços de acordo com o pecado, e quem pudesse pagar, saía com a alma purinha, purinha!
Daí pra surgir os Hernandes, Edir & Cia. Ltda. foi um pulo. E o povão gosta! Entregam até as calças, se pedirem.
Me desculpa a ausência temporária por aqui, mas estava tentando regularizar a compra de uma Igreja alternativa... Rsrsrsrsrs!
Um abração!

Anunciação on 19 de agosto de 2009 21:24 disse...

Sinceramente,nem da carismática católica eu gosto,justamente por causa desse fuzuê,como eu chamo.Cantar,louvar,orar,rezar,nada disso tem a ver com demonstrações pouco caridosas com seus semelhantes após ter gritado e falado "em linguas"(desculpem os que acreditam,mas eu não).Enfim,religuemos,né?

wallace on 20 de agosto de 2009 09:43 disse...

Hey, meu caro Dilberto! Texto nervoso... Essa história de Globo x Record é realmente o fim da picada... Ando tão de saco cheio dessas coisas, que nem televisão eu ligo mais. Tenho inclusive assistido filmes direto no computador... afff... Abraço!!!

b on 25 de agosto de 2009 10:18 disse...

Sentimento de religiosidade, todos o têm, independente de religião, até ateus o têm mesmo que não admitam.
Imagine o homem das cavernas surpreendido por tantas amostras de poder e beleza naturais, imagine o susto de fazer o fogo, imagine o quanto ele não se sentia desafiado ao olhar horizontes?
Assim nós, só que agora temos livros, métodos, leis, e o escambau , prá confundir a experiência que deveria continuar a ser natural.
Qto ao Cristo, ele foi sintético e exato. Judeu a questionar as leis judaicas sendo um Rabi, um Mestre, não era um errante não...
Por isso deu no que deu...
Gostei daqui. Poderia voltar?

Amigos & Leitores

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran