quarta-feira, 23 de julho de 2008

Ilha do Amor
(ou Cidade dos Azulejos e Sobradões ou Terra das Palmeiras ou tantos outros epítetos que só essa terra cheia de paixão tem...),
Julho de 2008




Entre Palácios e Castelos, Pazes e Lagos, esta terra ainda parece que demora adormecida para o futuro de reais libertações... Depois dos bois e da temporada chuvosa, o sol brilha em silêncio, mas com intensidade (apesar de uma ou outra gota aqui e ali) e aponta para onde te encontravas antes de nós nos “perdermos”... Mesmo de longe eu sempre te vejo – e te sinto e te cheiro (em cada roupa tua) – e vejo o quanto és minha e o quanto que me acumulas em ti... Como esta ilha magnética, cheia de lembrancinhas entre paralelepípedos e que atrai o belo e o gostoso (apesar de nosso Pequim há muito não ser mais o mesmo...), com tantos sabores que ainda devem ser experimentados, aqui e além mar, nas inúmeras viagens que ainda esperam por nós... Essa carta (ou esse bilhete ou esse recado) é só pra lembrar que o amor é um grande laço (ao passo que um passo pra uma armadilha, como já diria aquele alagoano...) e enlaçada para sempre estarás comigo! Ainda que vizinhos chatos perturbem nossa paz e que distâncias temporárias nos roubem o sono... És minha, e o poente na espinha a oeste do Palácio dos Leões quase arromba a retina de quem ouve Chico e sonha com flores...

Fica com Deus e com um beijo de quem te ama muito...


O Velho e O Novo


E parece que a frase “Essa velha não morre?” foi pronunciada de maneira tal no dia de seu centésimo primeiro aniversário (23 de junho) que a escrachada comediante Dercy Gonçalves não agüentou muito tempo depois: apesar de ainda lúcida, sua comédia há tempos já era cansada pelos abandonos da mídia (primeiramente a Globo, nos anos 70, depois o SBT, que pagava, mas não a colocava no ar...) e pelos perdidos palavrões de ocasião... Prefiro ficar com seu auge nos filmes da Atlântida! P... que pariu...

E por falar em comédia, a ‘stand up comedy’ (“comédia de pé” ou humor de cara limpa, gênero que apresenta um único artista no palco, de pé e sem acessórios, satirizando o cotidiano com textos próprios, e que imortalizou geniais humoristas, como o nova-iorquino Jerry Seinfeld) nunca esteve tão em alta: há tempos, apesar de por lá imperar os piadistas e contadores de causos, o Ceará exporta talentos para outros estados; em Brasília, a "novidade" se dará a partir de agosto com o Festival de Humor Stand Up Comedy; e, em São Paulo, destacam-se nomes como Rafinha Bastos, Danilo Gentili e Oscar Filho – não por acaso, os três grandes nomes do programa CQC (Custe o Que Custar), franquia argentina por aqui comandada pelo ótimo Marcelo Tas, espécie de "versão inteligente" do programa Pânico, que vem arrasando na Bandeirantes com um programa de humor ácido por sobre os principais temas políticos e do cotidiano, além de colocar celebridades em situações de saia justa com perguntas impactantes.

E a TV ainda pode gerar surpresas, e das boas: especialmente quando a “novidade” (ele já está há mais de 5 anos no teatro, mas só agora ganha repercussão nacional depois do ‘boom’ que teve na ‘Internet’) atende pelo nome de Marcelo Adnet! Afinal, o seu 15 Minutos só tem 4 meses, mas já conquistou o público, especialmente depois de virar ‘cult’ em ‘sites’ como o YouTube (onde a meninada reproduz a já clássica canção “Furfles Feelings”, um inteligente besteirol composto pelo humorista, em Inglês). Com apenas quinze minutos diários, entre segunda e quinta, na MTV, o programa é temático: com aparência de improviso (apesar de conter roteiro, do próprio ator carioca) num quarto que reproduz o do próprio apresentador e humorista, ao lado de um bizarro “ajudante de palco” (e escada para as impagáveis tiradas, o Mano Kiabbo), a inteligente e ágil atração já apresentou verdadeiros “clássicos”, como a (perfeita) imitação de Adnet de José Wilker cantando o Créu (acompanhe vídeo do YouTube ao lado, acima: somente áudio)...

Sem esquecer mais uma grata surpresa do novo humor, só que agora na 'Net': o 'blog' Pergunte ao Urso (ou, na sigla debochada "PAU"), de maneira inusitada, mistura "auto-ajuda" com muito escracho e excelentes textos (além de uma "filosofia", cada vez com mais seguidores...)! Uma amostra do que tem por lá? A um internauta aflito por ter engravidado matriz e filial ao mesmo tempo (e ainda por cima irmãs!), eis o que o "novo guru" responde: "Será você mais um daqueles fundamentalistas da história de Adão e Eva? Crescei-vos e multiplicai-vos na porra da mesma família?" ou ainda "Chame o pai das moças para uma conversa (...) e explique o inexplicável. Fuja de clichês habituais como 'eu fui seduzido', 'ela me disse que se cuidava' ou 'eu podia estar matando, mas estou aqui engravidando suas duas filhas'… (...) Para sua segurança, tenha essa conversa em local público e com rotas de fuga, shoppings são boas pedidas; um bate-papo dessa gravidade na cozinha pode ser mortal".
|

1 comentários:

Moacy Cirne on 25 de julho de 2008 17:55 disse...

Oi, cara, li a sua crítica sobre Batman, o filme: gostei de sua visão geral, de sua compreensão da(s) proposta(s) ensejada(s) pela história. Vou tentar vê-lo na próxima semana. Outra coisa: essa foto ai em cima (de SÃO lUIZ, NÉ?) É SUA? Um abraço.

Amigos & Leitores

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran