terça-feira, 1 de outubro de 2013

Bandeira de Aço, 35 Anos:
Um dos Melhores Discos Já Produzidos,
Bem Cultural Imaterial do Maranhão,
Patrimônio do Planeta Brasil...

Um clássico absoluto (e ouvi-lo em LP, como eu tive o privilégio, aumenta ainda mais a experiência de conhecê-lo)... Nunca ouviu falar? Aproveite os vários 'links' dispostos nesta postagem e viaje junto...

Em 1978 eu tinha somente um ano de idade, bumba-meu-boi era coisa de guetos resistentes e restrita ao período de festas de São João nos chamados arraiais juninos e o glorioso Boi de Axixá ainda não havia apresentado ao mundo o belíssimo "hino" Bela Mocidade (Donato/ F. Alves). Muito longe do "boi pra inglês ver" que, tempos depois, a trupe da eterna Governadora Roseana fez pregar por meio de seus milhões lavados a esmo entre grupinhos "folclóricos" de sua panelinha e o pessoal da Vale do Rio Doce, que achincalhou bastante o mais do que lindo universo lírico do boi maranhense, naquela época a coisa toda era feita na raça e só quem amava (e dava seu sangue) pela brincadeira mais rica do nosso Estado era o verdadeiro responsável por conservar aquela tradição sempre viva.

Artista maranhense se consagrando com Música "lá fora" (leia-se eixo Sul/Sudeste)? Só Cláudio Fontana e João do Vale fizeram algum nome, carreira ou mesmo algum dinheiro com suas músicas no dito cenário nacional de então. Mas imaginar gente daqui fazendo algo aqui mesmo é que era coisa ainda mais rara e de muita raça - que o diga, por exemplo, o grande Chico Maranhão, com seu igualmente clássico Lances de Agora, do mesmo ano (e no mesmo selo, o lendário Marcos Pereira)... Mas 1978, na Música (maranhense e brasileira), era mesmo o ano do cantor e percussionista Papete, a capitanear a nau maior dos "compositores do Maranhão" até então já vista - e todos dando voz ao boi nosso que há tanto precisava urrar para o mundo a genialidade que tínhamos aqui...

E quais eram esses compositores: simplesmente uns "tais" de César Teixeira (Boi da Lua, obra-prima, e Flor do Mal, belíssima trova legitimamente maranhense), Sérgio Habibe (Eulália, outra linda trova tipicamente maranhense), Ronaldo Mota (Boi de Catirinasobre a famosa lenda da negra grávida que desejou comer língua do boi do dono do engenho) e Josias Sobrinho - este, em particular, trazia clássicos prontos nas mais lindas composições com genialidades como Catirina (personagem mitológica inspiração maior do folclore do Bumba-Meu-Boi) e Engenho de Flores ("Agora que eu quero ver/Se couro de gente é pra queimar"). E o que eram aquelas letras "estranhas" e cheias de lirismo sobre mitos folclóricos da nossa História? E aqueles arranjos incríveis, com percussões maravilhosas de estalos de couro e matracas? E aquele som sublime e assustadoramente forte entre as faixas do disco (9 no total), com zabumbas e matracas fantásticas a subir e descer como se um boi se aproximasse com toda a sua força lendária? Aquilo não era um disco: era uma viagem transcendental de canções sublimes e inesquecíveis que viajava pelo que era nosso e a gente nem sequer conhecia...Um Maranhão pulsante num dos melhores LPs de todos os tempos...

Agora, em 2013, eu conto com 36 anos na lata, leio mais sobre música maranhense em ótimos 'sites' e ouço este clássico em CD para inspirar-me a redigir esta postagem, enquanto cato no YouTube as principais canções deste disco único para que todos possam conhecê-lo. E hoje, no lumiar dos seus belos 35 anos a nortear uma produção cada vez mais rica de talentos, sotaques, ritmos, cantores e discos produzidos por aqui, entre o Reggae genuinamente maranhense misturado ao Boi, ao Tambor de Crioula ou mesmo ao Pop nacional, tenho o prazer de comunicar que este álbum divisor de águas se tornou bem cultural imaterial do Maranhão, por iniciativa do atuante deputado estadual Bira do Pindaré, no último mês de setembro. Parabéns a Bira, a Papete, a Josias e seus geniais companheiros e a todo o povo do Maranhão, que tanto precisa de Cultura para viver... Grande feito! Mas o certo mesmo deveria ser o seu reconhecimento como patrimônio imaterial do mundo, já que hoje é Dia Mundial da Música - e todo o mundo precisa conhecer esta maravilha... 

Muita coisa realmente mudou de 78 pra cá... Só o que não muda é a qualidade intangível deste exemplar único de Música universal com cara de Maranhão! Esta canção, por exemplo, Bandeira de Aço, de Josias Sobrinho, homônima do LP, ainda encanta com seus versos enigmáticos e cheios de lirismo...
|

5 comentários:

Ricardo Campos disse...

Papete talvez seja o artista maranhense mais premiado depois de João do Vale, com obras inesqueciveis. Admiro seu trabalho. Lembro que escutava seu cd e traz ótimas lembranças quando comecei conhecer a MPM. Boa homenagem Dil!

Claudinha ੴ on 4 de outubro de 2013 21:58 disse...

Meu caro e DILeto amigo! Que bom poder conhecer um pouco mais de sua cultura! Sim, o "Boi" era uma manifestação muito distante de nós, hoje, você com 36 (nossa, isso tudo???) e eu com meus 25 anos (e 24 meses SNMMQEI) apenas, temos a possibilidade de ver difundido este balanço tão gostoso! Adorei este " mamãe mamãe estou com uma vontade louca"...
Sabe que cantei um hino do boi numa semana cultural daqui em 2010? Só que não foi de sua terra. Foi Garantido e Caprichoso. Eu, claro, vermelhando!
Não conhecia este artista e seu post enriqueceu meu cenário musical.
Obrigada! Beijos procê, Jandira e Isabela!

Suzane Weck on 7 de outubro de 2013 15:16 disse...

Ola,que excelente postagem e que belo vídeo apresentando-me uma linda canção ainda por mim desconhecida.Realmente tenho muito que aprender sobre musicas deste nosso grande Brasil.Desejo-te uma semana maravilhosa e aqui deixo meu maior abraço. SU

Jota Effe Esse on 14 de outubro de 2013 13:24 disse...

Todas essas músicas, Dilberto, nos mostram o quanto o Maranhão também é rico em termos de som. Viva o Boi Bonito do Maranhão! Meu abraço. E obrigado por atender ao meu pedido do endereço. Espero não voltar a perdê-lo.

Ray Zahar Terças on 26 de maio de 2016 18:10 disse...

Papete (1978) - Bandeira de Aço [320 Kbps]
LINK 1: http://gavitex.com/share/iffs2wsxo
LINK 2: https://mega.nz/#!lBBSHBQB!Ul70Pf8_UFecHuM_KXJKC-DpZ7C1daXeqD2F9iR2yNw

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran