segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

O Foguete e O Relógio da Ana Carolina


A tarde quase inteira salvando “à unha” os 4.898 comentários do Haloscan, que agora passou a ser pago, vista enevoada, pensando em infernos e maravilhas, com a mente posta a descoberto e distante... Quando ela chega e me mostra seu desenho de um foguete. “Mas onde está o foguete?”, diante de uma folha de papel repleta de rabiscos de gizes de cera em várias cores, esperando dela uma resposta digna do personagem de O Pequeno Príncipe sobre os chapéus serem, na verdade, cobras que engoliam elefantes... Mas ela preferiu uma à Snoopy, que gostava de pintar o céu de azul e de rabiscar coelhos nos livrinhos de colorir: “Pintei ass exstremidadess de preto...”. “Extremidades do quê, Ana Carolina, aí só há rabiscos sem forma... Dê aqui, deixa que eu te desenho um foguete bacana!”. “Com essse não pode... Com essse também não...” e por um momento pensei que minha sobrinha boicotava minha pequena obra de arte ao me proibir certas canetas e lápis de cor, no que consegui, com muito custo, fazer o contorno em azul de um foguete bem básico. No que me distraí procurando a hidrocor laranja para terminar o fogo do rabo da espaçonave, ela machucava meu pobre desenho num bolinho de papel amassado. “Por que você fez isso, minha filhinha? Você não deveria ter agido assim...” e ela respondia à avó babona “Ssó gossto de meuss foguetess, não gosstei do desenho dele”. De nada adiantou meu protesto em forma de beicinho infantil e saída à lá “Titio ficou zangado...”, não se fazem mais menininhas de 4 anos como antigamente: ninguém me seguiu para me adular ou me permitir desenhar mais... Longe de mim dar uma de desenhista presunçoso, especialmente diante de uma criança, mas como todos os meus priminhos e priminhas e afilhados e afilhadas sempre adoraram parar em volta de meus desenhos e “faz um cachorro” e “faz um avião” sempre alimentavam a roda especulativa de criancinhas adoradoras de minha arte...! Ainda banquei o durão e disse que seu novo desenho de um relógio estava tão feio quanto o foguete anterior, mas só aprendi minha “lição” quando a ouvi de longe, resmungando sozinha: “Não gossto de desenhos bonitos! Gossto dos meuss desenhos interesssantess!”. Aprendi a ter mais tato com futuras e mais espertas garotinhas e voltei a apurar melhor sua última obra: um relógio em forma de uma grande mancha de rabiscos azuis, verdes e marrons... Bem diferente do amálgama que era seu belo foguete que não havia enxergado antes por pura distração! Ficar muito tempo na frente de uma tela de computador, refém de ‘sites’ escravagistas e longe da fantasia, dá nisso!
|

19 comentários:

nana on 11 de janeiro de 2010 00:24 disse...

Navegando por aí, encontrei seu blog e gostei muito. Bjs e fique com Deus.

Moacy Cirne on 11 de janeiro de 2010 00:26 disse...

O fundo musical (Chico) é ótimo e o foguete gráfico permite boas opções de leituras. "uanto ao haloscan... deixa pra lá.

Um abraço.

Soninha on 11 de janeiro de 2010 09:10 disse...

Olá, Dilberto!

Renovar é preciso...
Embora halloscan seja interessante, ainda gosto mais da janela comum de comentários daqui do blogspot.

Crianças sabem das coisas, não é mesmo?! E, temos de ter olhos de ver, senão, ficamos para trás...ou, distante das crianças, que são sábias.

Navegar pela internet é legal, mas, também temos que ter critérios.

Valeu, Dilberto!
Feliz 2010 para você e família.
Muita paz! Beijossssssssss

Genivaldo Machado disse...

Excelente texto, parabéns! Viajei entre os foguetes e os relógiso de sua sobrinha! Abração!

Dilena on 11 de janeiro de 2010 21:52 disse...

Dilberto adorei o texto.
Como você falou, a tarde toda esteve ocupado no computador e ficou sem tempo de dar atenção a ela. Ela sempre adorou os meus desenhos. Eu os faço e ela pinta.Acho que a reação dela foi uma maneira de dizer que você tinha chegado tarde na brincadeira.Embora não tendo aprovado a atitude dela no momento.Quando mostrou o novo desenho ela ouve: " seu relógio está feio". Saiu desapontada caladinha e disse já na sala o que estava sentindo.Demos boas gargalhadas.
O bonito das crianças além da pureza é a sinceridade.
Ela é uma menina muito inteligente. Que Deus a abençoe.
Beijos da mame.

Anunciação on 12 de janeiro de 2010 00:36 disse...

Grande Ana Carolina!Belo texto.

Ilaine on 12 de janeiro de 2010 15:34 disse...

Oi, Dilberto!

Quero, ainda, desejar-lhe um 2010 abençoado. Que todos os sonhos se realizem. Felicidades, amigo!

"Gosto dos meus desenhos interessantes..." Que tão lindo!

Beijo

lima garotinho disse...

Querido irmão, amigo e compadre. É sabido de quem carol é filha, logo, a intelectualidade é fantasticamente impar,rssss
seus desenhos sao, sobretudo, diria, pura arte moderna-fururistica. Ela provavelmente nao perderia tempo seus desenhos infantis, kkkkkkkkkk.
brincadeira. o texto está muito bom como sempre o fizeste. parabens e beijos do irmao mais novo: lima garotinho

Игорь on 12 de janeiro de 2010 19:59 disse...

hahahahahaha

O post ficou muito bom !!

E o que tua sobrinha disse ! Uau que personalidade :)

abraços

Elaine Rosa disse...

Caro cunhado, primeira leitura (mea culpa, sem dúvida), e gostei muito! Principalmente o reconhecimento final. É bom nos entregarmos às fantasias, vezes outras. E arte tem mais ligação com a subjetividade do que com a beleza, realmente. Nossa baixinha pode estar na iminência de se tornar uma Pablo Picasso versão feminina, com seus abrasivos desenhos e sss.
Abraços,

Claudinha ੴ on 12 de janeiro de 2010 20:40 disse...

Olá Dilberto!
Eu já me acostumei com estas novas crianças. Desde que li O Pequeno Príncipe pela primeira vez (sim, ei li com várias idades diferentes e em cada uma descobri algo que não tinha visto antes) encontrei as respostas para meus chapéus que na verdade eram cobras com elefantes na guela... Meus desenhos (meu pai guardou vários) mostram a tradução de minhas impressões sobre o mundo e creio que entendo Ana Carolina, os foguetes dela são mesmo muito melhores que os do tio, porque são dela, porque são a impressão que ela teve e mais, o que ela quis traduzir para o mundo. Adorei sua sobrinha (hahahaha). Aviso, se não tem filhos, vá se preparando para isso e muito mais. As crianças sempre nos surpreendem,rsrsrs!
Um desenho é sempre emoção em forma de rabiscos...
Beijo!

Thais Lopes on 13 de janeiro de 2010 19:59 disse...

contexto interessante para os olhos...
som de fundo importante aos ouvidos...
blog maravilhoso para a alma!
abços

Thiago Leite on 14 de janeiro de 2010 14:17 disse...

1) Rapaz, que trabalheira danada, essa dos comentários! Um amigo meu teve que mudar o endereço do blog dele depois que a Globo passou a cobrar a manutenção. Fazer o quê, né?

2) Quando alguém está começando a trilhar um caminho criativo, é melhor elogiar os pontos positivos e esquecer por enquanto as críticas. Você se arrisca a minar a motivação da criança para um longa jornada que pode vir a revelar um gênio.

José Viana Filho on 14 de janeiro de 2010 15:20 disse...

A inocência cruel das criancinhas mestre.BELO texto e bela musica.

E o haloscan merece um post a parte,sacanagem!


abs e seus desenhos seus desenhos são muito bons, valeu...

mulherpolvo on 15 de janeiro de 2010 12:02 disse...

A música, não ouvi, aqui no hospital isso me é negado.
O texto, fez rir, e rir muito- tomaste uma rasteira da sobrinha, hein!? garotinha de 4 anos que já fui, posso te dizer: cuidado, Dilberto!! E bom final de semana!!

Luma Rosa on 16 de janeiro de 2010 22:39 disse...

Se eu tivesse apenas um sistema de comentários, colocaria integrado ao post. Clica no título do post e veja como fica bonito!

Na unha? Pow!!! Eu não faria nem mesmo em um ano! São quase 60 mil comentários. Preferi pagar, levando consideração que 'todos' as ferramentas free podem um dia acabar - fez o backup do blogue? outra coisa, o sistema do haloscan, agora echo, você pode carregar para onde quiser.

Olhou bem o foguete e o relógio? Crianças tem meios de nos dizer coisas - talvez ela tenha percebido que você estava apressado como um foguete e a toda hora olhava as horas, vai saber!

Bom fim de semana!

Érica on 18 de janeiro de 2010 16:54 disse...

Queria ler tudo que perdi nesse tempo sem tempo, e sem internet. Minha vida tá um caos, corrida e cheia de divida. Uma tristeza só.
Essas mocinhas sabem de quase tudo do mundo, e sabem ser bem mais felizes com seus rabiscos cheios de sentido.

Adoro aqui, morro de saudades.

Um beijo de feliz 2010, ainda é tempo né?

Marcelo on 20 de janeiro de 2010 18:04 disse...

Sempre achei que os desenhistas são crianças...porque eles não pensam como nós, os tios que tem amis do que 4 aninhos....como eles usam as cores, como não tem regras...são inovadores e bem melhores do que nós que temos mais do que a idade de Ana Carolina!

abs

(v)orcego on 21 de janeiro de 2010 11:10 disse...

Eu assisti, tbm achei exagero o globo de melhor filme e diretor, mais a mídia conta mto nesse tipo de evento e foi um filme de investimento altíssimo e não iam deixar passar em branco.
Um filme pouco badalado e de temática emocionante que assisti foi Sempre ao seu lado, que mostra a lealdade que um cachorro tratado com amor pode ter por seu dono.
Vendo esse filme fica fácil entender pq tem pessoas q trocam a amizade com pessoas pra ficar com seus animais.
Abraço, (v)

Amigos & Leitores

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran