terça-feira, 20 de agosto de 2013

Face It...

Com o tempo, muita coisa se esmaece... E, com a vida blogueira, não teria como ser diferente: a roda viva dos compromissos esmaga o tempo livre inicial da descoberta e o número de postagens diminui; os comentários em outros espaços virtuais, garantidores de novas visitas ou da manutenção das já existentes, igualmente vão rareando cada vez mais... E, assim, inúmeros bons blogues já deixaram de existir e grandes escritores amadores deixaram de brindar um grande público com seus escritos, por pura perda de entusiasmo.

Com os Morcegos, ao longo destes 9 anos de existência, não foi diferente: quando surgiram, em 2004, no extinto Weblogger, a média inicial consistia em cerca de 4 postagens por semana, sendo que, quando da mudança para o Blogspot, no ano seguinte, esta média já caiu para 2,5 'posts', até que, em agosto de 2006, veio a primeira "despedida": com uma semana dedicada aos "últimos 'posts'", este humilde escriba que vos fala atestava o "fim" do blogue - pelo menos por um bom tempo; afinal, sempre bom deixar alguma janela aberta...

E "foram tantos os pedidos, tão sinceros e tão sentidos", que os Morcegos abriram mão de sua aposentadoria coletiva e precoce e voltaram em abril do ano seguinte, por ocasião do aniversário de 3 anos do espaço virtual. No entanto, aquela "partida" deixou seus rastros: desde então, o blogue recorreria, de tempos em tempos, a uma "fugidinha" sem maiores apelos dramáticos que simples "férias" de "fim de mais uma temporada" a cada ano, períodos esses que poderiam variar entre 2 e 4 meses de ausência da blogosfera. E, assim, acabei por viciar-me nessas paradas mais do que necessárias para "abastecer" a disposição de escrever "para o vento"...

Aos poucos, porém ainda fiéis acompanhadores destas mal-traçadas linhas virtuais, calma: não estou me "despedindo" novamente - até porque já o fiz recentemente, neste ano, tendo voltado após um mês afastado por alguns motivos de "força maior"... Todo este melancólico histórico é mero ensaio para digressar sobre as filigranas do tempo e como elas pespegam algumas marcas indeléveis em cada coisa que fazemos - e, com os Morcegos, não poderia ser diferente... Deja vú? Moi? "Jamé"!

Inevitavelmente, com o tempo, muita coisa se esmaece (acho que eu já disse isso)... E, com a pouca atenção dispensada para a "divulgação" das postagens deste blogue, uma vez que praticamente não visito mais ninguém dos queridos blogueiros de plantão, às vezes me pergunto para que escrever qualquer coisa por aqui, quase sem público e sem "ganhar nada" com isso... E o vento domina, apesar de acréscimos significativos de gentes (hoje contamos com 136 seguidores que nem sei mesmo se seguem algo por aqui...) e de "ferramentas" a este espaço - sendo a maior delas a fanpage no FacebookBlog Morcegos (caixa de atualizações ao lado: curta já!), onde inúmeras postagens legais são feitas quase diariamente, seja com compartilhamentos de matérias interessantes sobre o mundo da cultura 'pop' de outros veículos, seja com pequenos textos inéditos (seja, ainda, com divertidas chamadas para o público de lá vir para cá, quando tem 'post' novo no blogue), mas todas com raso alcance de público...

Desde o "retorno", em julho, já são mais de 80 atualizações no Face, com compartilhamentos entre deliciosas imagens que parodiam ou homenageiam o universo 'nerd' (Cinema, Música, seriados de TV e seus personagens inesquecíveis), críticas de filmes, colecionismos etc. - e as visualizações? Média de 8 por postagem... Mas lá acabou virando uma "curtição" mais ligeira, na velocidade de uma rápida visualizada nas notícias veiculadas pelos canais que sigo naquela rede social (não me importo muito com o que alguns amigos comeram no almoço...), enquanto navego pela 'internet' de uma tarde domingo qualquer; já aqui segue uma relação mais "madura" e profunda - aqui a digressão é mais embaixo (e com um pouquinho mais de visualizações, fazendo favor)... Mas lá é uma consequência daqui e os Morcegos se completam por lá: ainda que sem (quase) ninguém para abrir esta caixa de Schrödinger...

Tenho que encarar: não dá para viver sem escrever - mesmo que eu (ainda) não viva do escrever... E, com ou sem público, o artista mais mambembe tem que equilibrar seus malabares no ar porque esta é a sua natureza e é isso o que dele se espera. No fundo, acho que os Morcegos são mesmo assim: seguem vivos e mortos ao mesmo tempo, sempre à espera da concretização do espectador que abrirá esta caixa cheia do mundo das artes em geral e do universo da cultura 'pop'! Para aqueles que "curtem" a página do Blog Morcegos no Face, mas não viram as últimas novidades, seguem abaixo algumas das melhores deste final de semana pra cá. Para aqueles que ainda não "curtem": o que vocês estão esperando (ainda fora do Facebook? Perdendo um ótimo mecanismo de interação e atualização de notícias nesses tempos corridos)? E, pra você que me esqueceu... Aquele abraço!


  1. Blog Morcegos compartilhou um link.
    há 7 horas próximo a São Luís
    DISCUSSÕES QUADRINHÍSTICAS II:

    Batman matou Coringa em "A Piada Mortal"... Como assim?!

    A obra-prima "A Piada Mortal", do Mago Alan Moore (ele, de novo...), de 1988, guarda um dos finais mais ironicamente poéticos do mundo das HQs: Batman...Ver mais
    Curtir ·  · 
    1. Blog Morcegos compartilhou um link.
      18 de agosto próximo a São Luís
      Listas serão sempre listas: em outras palavras, imperfeitas e incompletas! Apesar do excelente elenco escolhido, não dá para levar a sério uma lista que não inclua nem "Chega de Saudade", nem "Secos e Molhados" em seu rol de 15 "maiores clássicos brasileiros"... Confira estes "15 mais" de uma postagem de 2008 que os Morcegos acabaram de encontrar neste domingo modorrento...
      Curtir ·  · 

    2. "Eu sou você amanhã"... Assim se perpetuava uma campanha comercial da vodca Orloff nos anos 80. O que nenhuma garota suspirante imaginaria, ao sair de uma sessão de "Nove Semanas e Meia de Amor", o quanto mudaria o seu ídolo Mickey Rourke,...Ver mais
      Mickey Rourke
      __Fernando RomanoFoto: Mickey Rourke
__Fernando Romano

    3. Will Smith seguiu para o estrelato tornando-se um chato arrogante em filmes cada vez mais vazios e pretensiosos (e agora arrastando seu filho junto)... Já o sumido Alfonso Ribeiro, o "primo Carlton" da série "The Prince of BelAir" (com o tresloucado título brasileiro dado pelo SBT, "Um maluco no pedaço"), que lançou Will para o estrelato, continua um barato!
      Curtir ·  · 

Amigos & Leitores

 

Google+ Followers

+ voam pra cá

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem linkou

Twingly Blog Search http://osmorcegos.blogspot.com/ Search results for “http://osmorcegos.blogspot.com/”
eXTReMe Tracker
Clicky Web AnalyticsBlogBlogs Join My Community at MyBloglog!Personal Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Outras cavernas

luzdeluma st Code is Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran